Programas Estudantis da SAE

A SAE International (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) é uma organização de profissionais da engenharia nos campos automotivo, aeroespacial e outras tecnologias da mobilidade, seja ele terrestre, marítimo ou aeroespacial além dos demais profissionais relacionados. Ela é responsável por coordenar o desenvolvimento consensual de normas e padrões, aprimoramento profissional, conferências, simpósios e ainda recursos para programas que envolvem educação, certificação estudantil e os programas estudantis (SAE Collegiate Design Series – CDS).

A SAE Foundation, procurando encorajar e apoiar o desenvolvimento de habilidades relacionadas à ciência, tecnologia, engenharia e matemática, criou os Programas Estudantis, os quais são direcionados a estudantes de graduação das áreas que envolvem as tecnologias da mobilidade. Tais programas fornecem aos estudantes a oportunidade de irem além da teoria adquirida em livros e sala de aula por meio da sua replicação em projetos de engenharia e manufatura. No Departamento de Engenharia Mecânica da UFBA eles são estudados nos chamados Projetos Motivacionais (são eles o Mini Baja, Aero Ufba e  Formula SAE).

CaRuru

Num CDS, uma companhia fictícia busca vender um produto para um segmento específico do mercado, mas ao invés de fazer todo o projeto, manufatura e testes, o cliente escolhe contratar esses processos de um fornecedor, enviando seus requisitos em proposta. Equipes formadas por estudantes agem, então, como tais fornecedores e projetam, constroem e testam um veículo protótipo que acreditam atender as especificações do cliente.

Cada equipe apresenta seu protótipo ao cliente em competições anuais – as quais ocorrem em etapas regionais, nacionais e mundial -, sendo julgadas em diversos critérios para que no fim, aquela com a maior pontuação, feche o contrato fictício. É dessa forma que, a cada ano, milhares de estudantes de cerca de 500 universidades de todo o mundo competem nas CDSs, sendo elas:

  • SAE Aero Design – Projeto de um avião em escala e controlado remotamente;
  • Baja SAE – Projeto de um veículo fora de estrada e monoposto;
  • Formula SAE – Projeto de um veículo do tipo Formula e monoposto;
  • SAE Clean Snowmobile Challenge – Aprimoramento de um snowmobile;
  • Formula Hybrid – Categoria híbrida do Formula SAE;
  • SAE Supermileage – Projeto de um veículo monoposto de elevada eficiência.

 


SAE Aero Design

O projeto SAE AeroDesign é um desafio lançado a estudantes de engenharia e tem como principal objetivo propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de Engenharia Aeronáutica entre estudantes e futuros profissionais da engenharia da mobilidade através de aplicações práticas e da competição entre equipes.

Ao participar do projeto SAE AeroDesign os alunos se veem diante de um caso real de desenvolvimento de projeto aeronáutico, desde sua a concepção, projeto detalhado, construção até os testes e, finalmente, a competição. No Brasil, o programa recebe é denominado SAE Brasil AeroDesign. Na Bahia, a equipe Axé Fly representa a nossa universidade e você pode acompanhar seus protótipos em fb.me/equipeaxefly.

 


Formula SAE

Neste projeto, os estudantes são incumbidos de projetar carros de corrida monopostos no estilo fórmula com o propósito de, simultaneamente, garantir a segurança do piloto sobre a pista e promover uma solução inteligente ao problema apresentado, fatores estes que são julgados numa série de provas. Em nossa universidade a KRT Ufba é a equipe que nos representa. Mais informações na home page da equipe.

 

 


Baja SAE

O Baja SAE representa hoje o maior evento automobilístico acadêmico do país. Equipes de estudantes de universidades espalhadas por todo o globo projetam e constroem pequenos carros off-road e monopostos de estrutura tubular. Todos os carros devem possuir motores de especificações iguais, normalmente, este é um Briggs & Stratton de aproximadamente 10CV com 300cc. Diante de uma linha de tração de baixa potência, os estudantes são desafiados a tirar o melhor proveito, balanceando aspectos como massa, resistência, velocidade e outros da forma mais eficiente possível.

Além de tudo, por ser um veículo fora de estrada, é preciso garantir que suporte às condições severas de um terreno acidentado. É interessante destacar que estes veículos se assemelham, em escala, a alguns dos buggies e caminhões presentes em competições como Baja 1000 e Baja 500 que acontecem na Península da Baixa Califórnia (Baja California), motivo pelo qual o programa recebe o mesmo nome.

O Baja SAE é dividido em provas estáticas e dinâmicas. A primeira envolve relatórios escritos, apresentações de projeto, provas de ergonomia e funcionalidade, aonde são avaliados os métodos de projeto de cada subsistema e o seu enquadramento como produto de engenharia. Também é levado em conta a estimação do custo do veículo para que se possa determinar a viabilidade econômica de sua produção em larga escala.

As provas dinâmicas incluem o testes de suspensão, tração, aceleração, velocidade e o enduro de resistência. Dessa forma, é garantido que a colocação final da equipe não se baseie tão somente na performance do veículo, mas também numa boa combinação de competências estáticas e dinâmicas.

Entre em Contato

Enviar Mensagem

Twitter

No tweets found.